Justiça autoriza prorrogação de inquérito sobre facada em Bolsonaro

A Polícia Federal solicitou, nesta quinta-feira 20-09, à 3ª Vara Federal de Juiz de Fora – MG, a prorrogação do prazo para concluir o inquérito policial que investiga o ataque ao candidato à Presidência do Brasil pelo PSL, Jair Bolsonaro.

Em nota, a Polícia Federal informa que solicitou mais 15 dias para possibilitar o encerramento de diligências indispensáveis à finalização do procedimento.

Logo após pedido da Polícia Federal, a 3ª Vara de Juiz de Fora autorizou a prorrogação do inquérito sobre o ataque contra o candidato à Presidência
da República Jair Bolsonaro (PSL).

A decisão do juiz federal substituto Bruno Savino autoriza o prosseguimento das investigações por mais 15 dias.

Em Nota

Juiz de Fora/MG – A Polícia Federal solicitou hoje, (20/09), à 3ª Vara Federal de Juiz de Fora, a prorrogação, por mais 15 dias, do prazo para a conclusão do inquérito policial em que apura a agressão à faca ao candidato presidencial Jair Bolsonaro. A medida está prevista na Lei nº 5.010/66 e visa a possibilitar o encerramento de diligências indispensáveis à finalização do procedimento.

Com tais elementos probatórios a serem recolhidos nas próximas semanas, a PF pretende avançar no sentido de caracterizar a autoria e materialidade do ato criminoso, bem como determinar as motivações do agressor e delimitar eventuais co-participações.

Para o pleno esclarecimento dos fatos apurados, até o momento a Polícia Federal entrevistou 38 pessoas, colheu 15 depoimentos formais de testemunhas, realizou três interrogatórios formais do preso e analisou dois Terabytes de imagens. Foram realizadas diligências investigativas em Juiz de Fora, Montes Claros, Uberaba, Uberlândia, Pirapitinga, Belo Horizonte e Florianópolis. A PF concluiu cinco laudos periciais, outros quatro exames seguem em andamento. Além disso, foram pleiteadas e obtidas junto ao Poder Judiciário várias medidas cautelares, como quebra de sigilo bancário, telefônico e telemático.

Publicado em 20 de setembro de 2018

Bolsonaro passa por procedimento para drenagem de líquido no abdômen

O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, internado em unidade semi-intensiva, passou por um procedimento para drenagem de líquido que estava ao lado do intestino, segundo boletim médico divulgado nesta tarde pelo Hospital Israelita Albert Einstein, onde ele está sendo tratado desde o último dia 7.

Após constatar uma elevação de temperatura para 37,7ºC, os médicos fizeram uma tomografia de tórax e abdômen em Bolsonaro. Os exames mostraram “pequena coleção de líquido ao lado do intestino”, o que levou ao procedimento. Neste momento, ele está com dreno no local e evolui sem dor.

O candidato iniciou ontem alimentação líquida por via oral, com boa tolerância, mantendo também a nutrição endovenosa, segundo boletim médico divulgado pelo Albert Einstein. Bolsonaro continua recebendo dieta líquida por via oral com boa aceitação associada à nutrição endovenosa, de acordo com o hospital.

No último domingo (16), o candidato recebeu alta dos tratamentos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), quando passou a receber cuidados semi-intensivos. Ele estava na UTI desde a quarta-feira (12) da semana passada, quando foi submetido a uma cirurgia de emergência para tratar uma aderência que obstruía o intestino delgado. Antes das complicações, os médicos haviam começado a reintroduzir a alimentação por via oral.

Bolsonaro recebeu uma facada durante ato de campanha no último dia 6, em Juiz de Fora (MG). Após ter sido atendido na Santa Casa da cidade, onde chegou a passar por uma cirurgia, ele foi transferido, a pedido da família, para o Hospital Albert Einstein, na capital paulista, na manhã do dia 7.

Fonte: Agência Brasil
Publicado em 20 de setembro de 2018

Bolsonaro tem boa evolução clínica e inicia alimentação por via oral, diz boletim médico

O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, do PSL, iniciou hoje alimentação líquida por via oral, com boa tolerância, mantendo também a nutrição endovenosa, segundo boletim médico divulgado nesta tarde pelo Hospital Israelita Albert Einstein, onde ele está internado desde o último dia 7.

Bolsonaro, atualmente tratado em unidade semi-intensiva, continua sem febre nem outros sinais de infecção. Ele está realizando exercícios respiratórios e caminhadas.

Na tarde desse domingo (16), o candidato recebeu alta dos tratamentos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), quando passou a receber cuidados semi-intensivos. Ele estava na UTI desde a última quarta-feira (12), quando foi submetido a uma cirurgia de emergência para tratar aderência que obstruía o intestino delgado.

Antes das complicações, os médicos haviam começado a reintroduzir a alimentação por via oral.

Fonte: Agência Brasil
Publicado em 19 de setembro de 2018

Quadro de saúde de Bolsonaro é estável

O quadro de saúde do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, é estável de acordo com boletim médico divulgado há pouco pelo Hospital Israelita Albert Einstein, onde ele permanece internado na Unidade Semi-intensiva.

Ele continua sem febre, com a função intestinal em recuperação e alimentação exclusivamente por meio de sonda, sem alimentação oral. Segundo os médicos, Bolsonaro continua fazendo exercícios respiratórios e de fortalecimento muscular. Também estão sendo aplicadas medidas de prevenção de trombose venosa.

Na tarde desse domingo (16), o candidato recebeu alta dos tratamentos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), quando passou a receber cuidados semi-intensivos.

Ele estava na UTI desde a última quarta-feira (12), quando foi submetido a uma cirurgia de emergência para tratar uma aderência que obstruía o intestino delgado. Antes das complicações, os médicos haviam começado a reintroduzir a alimentação por via oral.

Fonte: Agência Brasil
Publicado em 17 de setembro de 2018

Bolsonaro tem quadro estável e faz transmissão ao vivo do hospital

O estado de saúde do candidato Jair Bolsonaro é estável, segundo o boletim médico divulgado pelo Hospital Albert Einstein no final da tarde deste domingo (16). Mais cedo, ele recebeu alta dos tratamentos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) passando a receber cuidades semi-intensivos.

Bolsonaro estava na UTI desde a última quarta-feira (12), quando foi submetido a uma cirurgia de emergência para tratar uma aderência que obstruía o intestino delgado. De acordo com o último boletim, ele permanece sem febre ou outros sinais de infecção. O candidato ainda está sendo alimentado somente através de uma sonda, sem ingestão de alimentos.

Antes das complicações, os médicos haviam começado a reintroduzir a alimentação via oral. O candidato está sendo submetido a medidas de prevenção de trombose e fisioterapia respiratória e motora.

Redes sociais

No fim da manhã deste domingo, o deputado Major Olímpio (PSL-SP) publicou um vídeo de pouco mais de 1 minuto em que Bolsonaro aparece caminhando com um andador, nos corredores do hospital, auxiliado por três pessoas. Ele aparece concetado a equipamentos de monitoramento e a uma bolsa de soro.

Já durante a tarde, Bolsonaro fez, pela primeira vez, uma transmissão ao vivo pelo Facebook para falar aos seus apoiadores.

Fonte: Agência Brasil
Publicado em 16 de setembro de 2018